segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Pessoas de hábitos noturnos são mais propensas a fumar, diz estudo


Há mais fumantes entre as pessoas que têm hábitos noturnos do que entre aqueles que acordam cedo e não ficam até muito tarde acordados, segundo pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia. De acordo com um estudo que acompanhou, por 30 anos, mais de 23 mil pares de gêmeos, os “noturnos” - pessoas mais alertas no período da noite e sonolentos de manhã - têm três vezes mais chances de serem fumantes e são mais propensos a serem viciados em nicotina e a terem mais dificuldades em parar de fumar.
Embora não estejam claras as razões dessa relação, algumas pessoas especulam que isso possa ser explicado pela propriedade estimulante do cigarro, o que manteria os fumantes “acesos” até tarde da noite. Outra hipótese levantada é que os “noturnos” seriam mais propensos a se tornarem fumantes e a ter maiores dificuldades em parar de fumar por ficarem até mais tarde em ambientes como bares e restaurantes, onde o tabagismo seria mais comum (pelo menos no período em que o estudo foi realizado).
De acordo com os autores, há, ainda, a ideia de que essas pessoas seriam mais propensas a vícios e comportamentos de busca do prazer - aspectos associados a sistemas dopaminérgicos e opioides do cérebro, que estariam ligados tanto ao tabagismo quando à tendência a ficar acordado até tarde. Por isso, mais estudos são necessários para confirmação, para avaliar os mecanismos associados a essa relação e para determinar se mudanças nos hábitos de sono podem ajudar na tentativa de parar de fumar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário